Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Checklist para abrir uma loja virtual: passo a passo

Enfim, você decidiu fazer o lançamento da sua loja virtual! Agora, é hora de ajustar os detalhes finais para não ter nenhuma surpresa no grande dia. Mas será mesmo que você cumpriu com toda a checklist para loja virtual?

Bom, nós acreditamos que sim – mas, só para ter certeza, criamos este post, que lista as ações e etapas mais importantes que devem ser realizadas antes do grande dia.

Nós esperamos que sim, mas, só para ter certeza, continue neste artigo e confira uma lista com as principais ações e etapas que devem ser realizadas antes desse dia especial.

Está pronto para dar uma olhadinha?

A importância de uma checklist

O site da loja está lindo, as páginas de produto recheadas de informações necessárias, os perfis nas redes sociais estão ativos e atraentes. Mas será que você não está se esquecendo de nada?

A verdade é que somos todos humanos – e humanos erram, por mais que tentemos evitar isso.

Se você quiser mesmo garantir um lançamento impecável, por que não se inspira nos pilotos de avião e nos astronautas, que conferem uma checklist antes da decolagem? Essa prática não só reduz o índice de acidentes, mas também facilita a rotina de todos os envolvidos.

“Quando planejadas corretamente as listas e ferramentas de controle como as checklists são extremamente úteis: elas são eficientes, diretas e podem ser usadas em qualquer situação. Se você estiver criando a sua própria checklist, lembre-se de ser conciso e listar apenas pequenos lembretes que mencionem as tarefas mais importantes – afinal, não adianta de nada escrever por extenso todas as mínimas ações que você precisará realizar. Lembre-se: uma boa checklist deve ser prática.”

—Atul Gawande, em The Checklist Manifesto

Parece uma excelente ferramenta, não é mesmo? Que tal criar, então, uma checklist para o lançamento da sua loja da Vendlly?

1. Escolha uma plataforma de confiança

Provavelmente, se você está programando o lançamento de seu negócio online, imaginamos que você já tenha contratado uma plataforma de e-commerce.

Mas, após realizar simulações de vendas, fechamento de compras e navegação, você considera que a solução escolhida oferece estabilidade do sistema e é de simples navegação? Com essa plataforma, é possível personalizar o layout da sua loja virtual com facilidade?

Caso a resposta seja não para alguma dessas questões — ou se você ainda está pesquisando sobre o assunto —, te convidamos a conhecer a Vendlly para criar a sua loja online.

Com a plataforma, você não precisa medir esforços extras (e tampouco ter conhecimento técnico) para fazer a gestão da sua loja online: é possível criar uma vitrine virtual personalizada e fazer integrações com meios de pagamento e ferramentas de envio

2. Adicione um domínio personalizado

Esta etapa costuma causar discórdias: ou ela é a maior prioridade de um empreendedor, ou é a última coisa com a qual ele está preocupado. Domínio é o endereço oficial para seu cliente poder acessar sua loja virtual. Quanto menor o domínio, mais fácil para memorizar.

Fique tranquilo, caso não queira adicionar um domínio próprio, você pode usar um subdomínio que seria exemplo: sualoja.vendlly.com e o custo é zero. Se precisar de ajuda, pode contar com nossa time que pode configurar para você.

3. Personalize a sua loja virtual

Nesta quinta etapa, você deve garantir a customização do seu e-commerce. Veja pontos de atenção a seguir:

Registre fotos de qualidade

O ditado antigo já diz: “A primeira impressão é a que fica”. Por isso, é importante fazer boas fotos dos seus produtos.

Para priorizar a qualidade das fotos de seu e-commerce, uma alternativa é contratar um fotógrafo profissional para realizar essa tarefa.

Caso não possa investir em um profissional no início, você mesmo pode fotografar. Para isso, alguns fatores, como iluminação apropriada, ambiente e a disposição dos objetos em cena, podem fazer toda a diferença.

É importante, também, fotografar a mercadoria de diferentes ângulos.

Faça uma boa descrição dos seus produtos

Além das imagens, os textos informativos sobre os produtos são fundamentais para que os clientes conheçam os artigos antes de tomar a decisão de compra. Afinal, em uma compra online, eles não poderão pegar a mercadoria antes de adquiri-la.

De forma geral, uma boa descrição dos produtos precisa atender os requisitos abaixo:

  • Atrair a atenção dos clientes;
  • Explicar a experiência física e emocional de comprar o produto;
  • Ser clara e concisa;
  • Responder preocupações e perguntas comuns;
  • Incluir texto, imagem e vídeo.

Além disso, considere incluir características físicas dos produtos na descrição, como peso, tamanho, cores etc. Ademais, caso você tenha uma loja virtual de roupas, inclua também uma tabela de medidas, indicando qual o padrão de cada tamanho de peça da sua marca.

Organize os seus produtos por categoria

Organizar a sua vitrine virtual em categorias é uma prática muito utilizada pelos grandes canais de venda do mercado, principalmente quando os produtos são diversificados.

Em uma loja de roupas, por exemplo, categorias como “Calçados”, “Feminino”, “Masculino” e “Acessórios” são utilizadas para ajudar o cliente a encontrar aquilo de que precisa mais rápido e, por fim, realizar a compra.

Em um primeiro momento, o ideal é criar grupos mais gerais e ir afunilando a escolha até que ela fique bem específica.

Por exemplo, dentro da categoria de roupas para mulheres em uma loja de roupas, podem ser criadas subcategorias como “Vestidos”, “Blusas”, “Casacos”, “Saias”, “Calças” etc. E dá para ir além: a categoria “Vestidos”, por exemplo, pode conter “Vestidos longos”, “Vestidos de manga curta”, “Vestidos para festas” e assim por diante.

4. Defina as configurações de pagamento da sua loja virtual

Antes de começar a fazer de tudo para atrair mais tráfego para a sua loja, é melhor verificar se as pessoas conseguirão comprar os seus produtos! Para fazer isso, é só tentar comprar um produto no seu próprio site; se o processo for finalizado com sucesso, então é sinal de que está tudo funcionando corretamente. É muito simples ativar uma forma de pagamento.

5. Confira as configurações e taxas de frete

É importante dar aquela última verificada nas taxas de frete da sua loja para garantir que os valores cobrados não assustem os clientes. Revise também sua política de troca e devolução para evitar dor de cabeça no futuro.

Já conhece o app Correios? Ele chegou para revolucionar o frete da sua loja e facilitar ainda mais o seu processo de venda!

6. Configure as páginas principais do site

Por mais que o seu site não esteja completamente pronto, é importante que algumas das páginas principais estejam finalizadas antes do grande dia.

Não sabe quais páginas finalizar primeiro? Bom, tente a página de contato, a que apresenta a sua loja e os seus valores, a página com informações de envio e também a de perguntas mais frequentes.

Se você estiver atrás de algumas dicas sobre como estruturar uma página que converta mais vendas, dê uma olhadinha neste post.

7. Garanta um bom atendimento ao seu cliente

Por fim, chegou a última etapa da checklist de loja virtual! Falta muito pouco para você poder começar a faturar com o seu e-commerce.

Agora, é a vez de dar um gás final em detalhes que são essenciais para diferenciar o seu negócio, como o atendimento ao cliente.

Então, oferecer diversos meios de comunicação para que as pessoas possam entrar em contato é importante para ficar por dentro das dores dos clientes e, ainda, atender o maior número de pessoas possível com agilidade.

Estão entre os principais canais de atendimento:

  • Telefone;
  • E-mail;
  • Chat
  • Redes sociais (como Instagram e Facebook);
  • Whatsapp Business.

Lembrando que é importante deixar todos os seus contatos visíveis no rodapé da sua loja virtual. É por meio dos canais de atendimento que são feitos, por exemplo, os pedidos de suporte, as reclamações, as vendas, o esclarecimento de dúvidas etc.

8. Inclua todos os canais de vendas disponíveis

Quer conquistar novos clientes em outros locais que não o seu site? Então é melhor começar a adicionar todos os canais de vendas que você puder.

A melhor parte dos canais de vendas é que todos eles se conectarão diretamente à sua loja da Vendlly – o que significa que você poderá administrar num só lugar os pedidos, produtos e clientes de diversas plataformas.

9. Confira as suas configurações de e-mail

Já pensou que horror perder uma nova venda porque você se esqueceu de enviar um e-mail com uma promoção ou um desconto especial?

Para evitar que isso aconteça, verifique as suas configurações de e-mail.

10. Não deixe passar nenhum erro de digitação ou de gramática

Você provavelmente está tão envolvido na construção de conteúdos para o seu site e para as suas campanhas de marketing que certamente acabará deixando passar pequenos errinhos de digitação que poderão custar caro lá na frente. Por isso mesmo, não tenha vergonha de pedir para que um amigo, um parente ou um parceiro de negócios dê uma olhadinha em tudo o que você escreveu antes de publicar esse conteúdo.

11. Tenha um certificado de segurança

Garantir que o seu cliente se sinta seguro na hora de finalizar as compras online é um requisito importante para que a sua loja se torne referência em sua área de atuação.

Por isso, é interessante ter uma solução de seguraça digital com criptografia. Ou seja, um conjunto de técnicas desenvolvidas com o objetivo de proteger a informação, de modo que apenas os gestores da loja virtual tenham uma “chave” com acesso aos dados.

Então, é recomendado que o seu e-commerce tenha um certificado SSL, sigla para Secure Socket Layer, que indica que o seu negócio utiliza uma conexão segura. Esse certificado é indicado por um pequeno cadeado ao lado da barra de endereços e, com ele, todas as informações enviadas em sua loja virtual são criptografadas.

Por último, vale lembrar que, se você tem uma loja Vendlly, é possível ativar esse certificado de segurança ao seu domínio com um passo a passo simples.

EXPERIMENTE 15 DIAS GRÁTIS

12. Instale uma ferramenta de análises

Numa loja física, é fácil ter acesso a alguns dados essenciais dos seus clientes: basta puxar um assunto enquanto eles escolhem um dos produtos. No entanto, o mesmo não acontece com as lojas virtuais – e é por isso mesmo que você deve investir em uma boa ferramenta de análises.

É sempre bom lembrar que as análises de dados são essenciais para o crescimento de uma loja – afinal, é por meio delas que você conhecerá melhor os seus visitantes e clientes.

Quer saber mais um pouquinho sobre as ferramentas de análises? Dê uma conferida neste post sobre o Google Analytics para iniciantes.

13. Tenha um plano de marketing antes de abrir a loja

Não basta só ter um site bonito e uma loja virtual totalmente funcional: você também precisa ter uma boa estratégia de marketing para garantir que a sua marca chegue aos ouvidos das pessoas.

14. Instale apenas os apps que são realmente necessários

Nós sabemos que pode ser difícil resistir à tentação de baixar todos os apps da App Store da Vendlly, mas lembre-se: a sua loja está em um momento definitivo da sua jornada de negócios, logo, seja prudente e instale apenas os apps que sejam absolutamente necessários, como os de e-mail marketing e os de pagamento.

Mãos à obra!

Depois de percorrer esta checklist completa, não perca tempo: inaugure a sua loja e comece a vender!

E se você achar que esta lista precisa de mais alguns itens, é só falar com a gente pelos comentários aqui embaixo!

Deixe um comentário