Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Como montar uma loja virtual de roupas: Guia completo 2021

Neste artigo, vamos te ensinar os 7 PASSOS necessários para você montar sua loja virtual de roupas em 2021, um guia completo para você seguir e tirar o seu projeto do papel. O segmento da moda no Brasil foi responsável por mais de 40% das vendas online. Isso demonstra que existe muitas oportunidades para os empreendedores que atuam ou desejam atuar nesse ramo.

Por isso preparamos esse conteúdo com as melhores dicas para você entender o que é necessário para começar sua loja virtual de roupas com uma estratégia mais concreta e potencializar suas vendas atraindo mais clientes.

7 passos para montar e/ou criar sua loja virtual de roupas

1. Definir Seu Público alvo e Fornecedores

Antes de mais nada, importante você escolher um nicho para atuar, atendendo a necessidade de uma parcela de pessoas. Desta forma, fica muito mais fácil você se tornar um especialista em determinadas peças e looks. É praticamente impossível ter sucesso com um Ecommerce que tenta oferecer todos os tipos de produtos para diversos tipos de público. Isso simplesmente não funciona.

Pense que, em um país tão grande como o Brasil, existem muitos micro nichos a serem explorados nas lojas virtuais de roupas.

A verdade é que há setores carentes, compostos por milhões de pessoas e com pouquíssimas empresas especializadas em satisfazer suas necessidades.

Pergunte-se: pra quem quero vender na minha loja virtual de roupas? Meu público é o jovem que gosta de rock? É o homem evangélico de meia idade? É o gamer que adora estampas de quadrinhos? É o executivo que valoriza status?

Confira algumas ideias bastante segmentadas para abrir uma loja virtual de roupas

  • Coletes e acessórios para motoqueiros
  • Roupas íntimas (lingerie) plus-size
  • Macacões para bebês (com temática de personagens ou bichos)
  • Meias divertidas para o público geek

2. Registrar um domínio (endereço da loja)

Para que o cliente chegue até sua loja, ela precisa de um endereço online. É aí que entra o domínio ex.: www.minhaloja.com.br, que nada mais é que o nome que vem depois do “www”. A Vendlly tem a solução ideal para acompanhá-lo desde o início do seu negócio até o momento em que ele se torne uma grande loja. O primeiro passo para levar o seu negócio para a internet é registrar um domínio, para que o consumidor encontre sua loja virtual.

Lembre-se que domínios mais curtos são mais fáceis de serem lembrados e mais rápido para um cliente digitar e acessar sua loja virtual. Abaixo, estão as empresas no qual você poderá acessar, verificar a disponibilidade do domínio e realizar o registro do mesmo:

Você precisará realizar um apontamento do domínio para a plataforma de ecommerce que escolher montar sua loja virtual. Apesar de ser um procedimento simples, pode ser um pouco confuso e a plataforma de ecommerce Vendlly tem um suporte que fantástico que coloca a mão na massa e realiza esse apontamento para você. Além disso, a Vendlly também oferece um certificado SSL (certificado de segurança e criptografia de dados) de forma gratuita e cobre o seu domínio por completo, um custo a menos para você.

3. Definir uma plataforma de ecommerce

Essa escolha é muito importante para quem está começando. Uma plataforma de ecommerce no modelo SaaS (software como serviço), permite você “alugar” toda tecnologia, estrutura e funcionalidades por um valor baixo e geralmente pago mensalmente.

Pense assim, imagina você alugar um ponto para montar sua loja virtual, esse ponto já vem com toda mobilia para sua loja, fachada, maquininha, material impresso para divulgação e etc… Você precisaria entrar apenas com seus produtos e inserir o seu logo para começar a vender, seria muito mais fácil. Então uma plataforma de ecommerce te poupa muito tempo e ainda te permite a possibilidade de customizar sua loja sem precisar de conhecimento técnico em programação.

Alguns benefícios:

  • Agilidade e flexibilidade
  • Custo baixo
  • Previsibilidade de custos
  • Segurança no sistema e nas transações
  • Atualizações periódicas gratuitas
  • Boa escalabilidade
  • Recursos de customização
  • Integração entre sistemas e canais online e offline
  • Tempo de implantação menor
  • Suporte especializado

A Vendlly é a plataforma ideal para quem está começando e também para quem cresce, isso te poupa tempo também para não precisar trocar de plataforma no momento de crescimento exponencial. A Vendlly permite você criar sua loja virtual em apenas 4 passos de forma muito simples e sem conhecimento técnico. Além disso, possui um suporte que te ajuda a montar sua loja virtual colocando mão na massa.

4. Definir uma forma de pagamento

Importante você analisar qual o melhor intermediador de pagamento para o seu negócio no estágio inicial. Um intermediador de pagamento serve para você poder realizar vendas na sua loja virtual e receber dos seus clientes. Hoje, no Brasil, temos 2 intermediadores de pagamento muito famosos com soluções robustas: Pagseguro e Mercadopago. Ambos são excelentes e possuem taxas muito parecidas.

Antes de começar a fazer de tudo para atrair mais tráfego para a sua loja, é melhor verificar se as pessoas conseguirão comprar os seus produtos! Para fazer isso, é só tentar comprar um produto no seu próprio site; se o processo for finalizado com sucesso, então é sinal de que está tudo funcionando corretamente.

É muito simples ativar uma forma de pagamento, pois a Vendlly possui integração com o Pagseguro e Mercadopago. Veja abaixo como ativar o pagseguro na sua loja virtual:

4. Definir uma forma de entrega

Já pensou como vai fazer para entregar o pedido? Desde o valor do frete até o prazo para recebimento da mercadoria é preciso ser transparente com seu cliente e deixar claro como funciona sua logística. Nessa etapa, é hora de definir como fará esse processo em sua loja virtual. Algumas opções são usar os Correios, as transportadoras ou algum tipo de entrega alternativo (como motoboy).

É importante dar aquela última verificada nas taxas de frete da sua loja para garantir que os valores cobrados não assustem os clientes. Revise também sua política de troca e devolução para evitar dor de cabeça no futuro.

A Vendlly possui integração nativa com o Correios que é uma das melhores ou a melhor opção para quem está começando uma loja virtual. Você poderá ativar o app do Correios na Vendlly com muita facilidade conforme o vídeo abaixo:

Além disso, a Vendlly possui a opção de motoboy e tabela de frete personalizada caso queira criar sua própria transportadora. Você também pode gerar cupom de frete grátis para seus clientes.

5. Personalize o design da sua loja virtual

Nesta quinta etapa, você deve garantir a customização do seu e-commerce. Veja pontos de atenção a seguir:

Registre fotos de qualidade

O ditado antigo já diz: “A primeira impressão é a que fica”. Por isso, é importante fazer boas fotos dos seus produtos.

Para priorizar a qualidade das fotos de seu e-commerce, uma alternativa é contratar um fotógrafo profissional para realizar essa tarefa.

Caso não possa investir em um profissional no início, você mesmo pode fotografar. Para isso, alguns fatores, como iluminação apropriada, ambiente e a disposição dos objetos em cena, podem fazer toda a diferença.

É importante, também, fotografar a mercadoria de diferentes ângulos.

Faça uma boa descrição dos seus produtos

Além das imagens, os textos informativos sobre os produtos são fundamentais para que os clientes conheçam os artigos antes de tomar a decisão de compra. Afinal, em uma compra online, eles não poderão pegar a mercadoria antes de adquiri-la.

De forma geral, uma boa descrição dos produtos precisa atender os requisitos abaixo:

  • Atrair a atenção dos clientes;
  • Explicar a experiência física e emocional de comprar o produto;
  • Ser clara e concisa;
  • Responder preocupações e perguntas comuns;
  • Incluir texto, imagem e vídeo.

Além disso, considere incluir características físicas dos produtos na descrição, como peso, tamanho, cores etc. Ademais, caso você tenha uma loja virtual de roupas, inclua também uma tabela de medidas, indicando qual o padrão de cada tamanho de peça da sua marca.

Organize os seus produtos por categoria

Organizar a sua vitrine virtual em categorias é uma prática muito utilizada pelos grandes canais de venda do mercado, principalmente quando os produtos são diversificados.

Em uma loja de roupas, por exemplo, categorias como “Calçados”, “Feminino”, “Masculino” e “Acessórios” são utilizadas para ajudar o cliente a encontrar aquilo de que precisa mais rápido e, por fim, realizar a compra.

Em um primeiro momento, o ideal é criar grupos mais gerais e ir afunilando a escolha até que ela fique bem específica.

Por exemplo, dentro da categoria de roupas para mulheres em uma loja de roupas, podem ser criadas subcategorias como “Vestidos”, “Blusas”, “Casacos”, “Saias”, “Calças” etc. E dá para ir além: a categoria “Vestidos”, por exemplo, pode conter “Vestidos longos”, “Vestidos de manga curta”, “Vestidos para festas” e assim por diante.

6. Ações de marketing para vender

Não basta só ter um site bonito e uma loja virtual totalmente funcional: você também precisa ter uma boa estratégia de marketing para garantir que a sua marca chegue aos ouvidos das pessoas.

  1. Email Marketing: Esta é uma das ferramentas que mais geram conversões para os sites de e-commerce. Quando você envia o e-mail marketing certo para a pessoa correta, as chances de garantir as vendas serão maiores.
  2. Link Patrocinado: Nessa opção, resumidamente, você paga para o seu site aparecer entre os primeiros resultados nos sites de busca. A vantagem é que seu e-commerce ganhará visibilidade com muito mais agilidade, podendo aumentar as suas conversões
  3. SEO: Consiste em um conjunto de táticas para aumentar sua visibilidade em buscadores. A ideia é simples: você identifica quais são os assuntos (ou produtos) que as pessoas buscam e prepara seu site para aparecer entre os resultados dessas pesquisas.

O instagram também pode ser um grande aliado. Se você já tiver uma loja virtual em funcionamento, verifique com a plataforma de ecommerce que você utiliza se a mesma possui integração com o instagram shopping. Isso significa que é possível puxar os produtos da sua loja virtual para o instagram para que você não tenha que cadastrar manualmente no instagram.

Desta forma, você terá uma sincronização entre seu catálogo de produtos da sua loja virtual e seu instagram. Toda vez que cadastrar um novo produto na sua loja virtual, será encaminhado automaticamente para sua página no instagram.

Esse processo pode facilitar muito sua vida e a loja virtual é o casamento perfeito para o recurso do instagram shopping. Desta forma você organiza seus produtos em uma vitrine na sua loja virtual, automatiza o processo de venda, administra por um painel de controle seus pedidos, estoque e produtos. Além disso tudo, possui métricas (relatórios) que podem te dar informações relevantes para tomadas de decisão em suas ações de marketing.

7. Definir os canais de atendimento / suporte

Ofereça atendimento via direct no instagram, messenger e whatsapp, responda seus clientes o mais rápido possível, pois as oportunidades podem passar muito rápido. Caso você não tenha muito tempo para ficar atento ao direct, teste criar mensagens automáticas bem estruturadas e com o link da sua loja virtual para ganhar tempo até você conseguir entrar em contato com o cliente.

Utilize esses canais para compartilhar o link de produtos dentro da sua loja virtual e esclarecer duvidas sobre o produto e de como adquiri-lo.

Deixe um comentário